A Falência Ovariana Prematura (FOP) é conhecida como menopausa precoce e impacta diretamente no sonho da maternidade, pois a mulher para de produzir óvulos.

Entretanto, diferente da menopausa, que costuma acontecer após a última menstruação e a partir dos 45 anos em média, a FOP ocorre com mulheres ainda em idade reprodutiva.

Estima-se que cerca de 1 a 3% das mulheres com 32 anos ou menos possa ter falência ovariana prematura, uma das causas de infertilidade feminina.

A ausência da menstruação, aliada a outros sintomas como alterações de humor, ondas de calor, suor em excesso, cansaço e irritabilidade devem ser investigados. O problema pode ter muitas causas, como por exemplo genética, infecções causadas por vírus, quimioterapia e radioterapia.

Para muitas mulheres esse diagnóstico pode ser um pesadelo, em especial para as que sonham em ter filhos. Saiba que nem tudo está perdido e a reprodução humana assistida pode ajudar!

Se seu quadro ainda é de insuficiência ovariana, é possível realizar o congelamento de óvulos e depois decidir o melhor momento para engravidar.

Caso o diagnóstico de falência ovariana prematura já seja uma realidade, você ainda tem a possibilidade de ser mãe, por meio da Fertilização in vitro com óvulos doados (ovodoação).

Como você pode ver, a medicina reprodutiva continua avançando e possibilitando a realização de sonhos!

Para mais informações, fale com a Fertivitro!
WhatsApp (11) 99546-6272.

Dr. Luiz Eduardo Albuquerque
CRM 61351
Reprodução Humana Assistida

#menopausaprecoce #saúdedamulher #infertilidadefeminina #congelamentodeovulos #ovodoacao #fertilizacaoinvitro #engravidar #tentante #tentantes2021 #reproduçãoassistida #reproduçãohumana #drluizeduardoalbuqueque #fertivitro