Para enviar para um amigo, preencha o formulário:

Seus Dados

nome:

e-mail:

Dados do seu Amigo:

nome:

e-mail:

mensagem:


IDIOMAS DISPONÍVEIS


MENU


NA IMPRENSA

Exame permite identificar espermatozoides bons para a FIVExame permite identificar espermatozoides bons para a FIV

> na imprensa

Biópsia nos testículos pode ajudar no tratamento da infertilidade masculina

22/10/2012

Homens com infertilidade devido à azoospermia não obstrutiva — falta de produção de espermatozoide pelos testículos, devido a defeitos congênitos dos testículos ou danos sofridos por eles — podem se beneficiar com a técnica de biópsia testicular.

O procedimento consiste na extração de amostra do tecido dos testículos, que permite identificar se há espermatozoides para a realização da fertilização in vitro. É efetuada uma pequena incisão na pele e um pequeno pedaço do tecido do testículo é removido. As amostras são observadas pelo microscópio para verificar a existência de espermatozoides. Após verificar a presença de espermatozoides, será realizada a fecundação dos gametas (espermatozoide e óvulo) em laboratório para, assim, formar o embrião que será implantado no útero.

O procedimento é invasivo e pode ter resultado positivo em alguns casos. A biópsia do tecido testicular aumenta as chances de homens com problemas de fertilidade serem pais, mesmo aqueles com problemas graves, como testículos atróficos. As principais complicações agudas seriam o hematoma escrotal e a infecção.

Mais informações relacionadas à reprodução assistida estão nos canais da Fertivitro:

Site: www.fertivitro.com.br

Blog: http://fertivitro.wordpress.com

Facebook: www.facebook.com/fertivitro

Twitter: www.twitter.com/fertivitro


OUTRAS INFORMAÇÕES


INSTITUCIONAL

Centro de Reprodução Humana especializado em tratamentos para infertilidade com tecnologia de ponta e atendimento humanizado.

Av. Indianópolis, 843 - São Paulo - SP, 04063-001(11) 5081-2031

TWITTER
WORDPRESS
FACEBOOK

acesse também nosso:

Twitter
Blogger
Facebook

DESENVOLVIDO E PRODUZIDO POR: