Qual o risco de ter uma gravidez ectópica após a Fertilização in vitro (FIV)?

Em primeiro lugar, é importante esclarecer que uma gravidez ectópica acontece quando o feto se desenvolve fora do útero, em geral nas tubas uterinas (entre 95 a 99% dos casos). Infelizmente, trata-se de uma gestação que não pode seguir adiante.

Esse risco é mínimo quando a gravidez ocorre por meio da FIV, pois a condição da tuba é muito bem avaliada antes do tratamento.

Alguns estudos indicam que o fato de uma mulher possuir qualquer alteração nas trompas pode ser um fator de risco para desenvolver uma gravidez ectópica.

Eu sei que é difícil, depois de uma longa caminhada, ter que lidar com a possibilidade de que o seu positivo seja uma gravidez ectópica.

Mas, por outro lado, também quero te tranquilizar, já que uma paciente que faz Fertilização in vitro tem um acompanhamento bastante eficiente.

E, em razão disso, qualquer alteração pode ser detectada logo no início da gestação. Isso possibilita uma intervenção imediata da equipe para que a saúde da paciente seja preservada.

Apesar de ser possível ocorrer após um tratamento de FIV, não significa que interfira em futuras gestações. Sim, é possível engravidar e seguir com uma gestação normal e, por fim, conseguir realizar o sonho de ter um bebê nos braços.

Para mais informações sobre Fertilização in vitro, fale com a Fertivitro!
WhatsApp (11) 99546-6272.

Dr. Luiz Eduardo Albuquerque
CRM 61351
Reprodução Humana Assistida

#gravidezectopica #fertilizaçãoinvitro #gravidezderisco #perdagestacional #mãedeanjo #engravidar #sonhodesermae #tentantes2021 #tentantesunidas #bebedeproveta #medicinareprodutiva #reproducaoassistida #reproduçãohumana #drluizeduardoalbuqueque #fertivitro