A gravidez planejada envolve uma série de expectativas e medos naturais, principalmente quando se trata do primeiro filho. A demora para engravidar pode ser mais normal do que se imagina. Engravidar naturalmente requer paciência e conhecimento sobre a saúde do casal.

Para afastar problemas de fertilidade, o ideal é que o homem realize um espermograma, que verifica se a quantidade e qualidade dos espermatozoides é considerada adequada para a concepção, e a mulher efetue avaliação hormonal para saber se está ovulando normalmente, avaliação das trompas e útero.

Mulheres com idade igual ou menor a 35 anos, sem nenhuma doença ginecológica comprovada, devem tentar a gravidez por um ano antes de começar uma investigação de possíveis causas de infertilidade.

Em uma mulher saudável, com ciclos menstruais regulares e considerados normais (cólicas leves, fluxo moderado e duração esperada), pode ocorrer o não rompimento do folículo, e, portanto, não ocorrer a ovulação. Ou seja, ter ciclos anovulatórios, quando os devidos hormônios não atuam na liberação do óvulo, é absolutamente normal.

O parceiro também deve se preparar para que a gravidez ocorra de forma eficiente e natural, como evitar o uso de medicamentos que podem interferir na qualidade e quantidade do sêmen, como drogas contra úlcera ou para o coração que reduzem a quantidade de esperma. Ou ainda, alguns remédios de pressão alta que podem afetar a ejaculação, a mobilidade e a capacidade de o esperma chegar ao óvulo, além de alguns antibióticos para tratar infecções urinárias que podem inibir a produção de espermas. A quimioterapia para o tratamento de câncer, também prejudica a qualidade do espermatozoide. Além disso, algumas doenças como o diabetes, especialmente não controlado, podem afetar a fertilidade masculina.

O sucesso da fecundação também está diretamente relacionado a qualidade de vida do casal, com alimentação saudável, prática de exercícios físicos, além da relação sexual regular no período de ovulação da mulher.

Após um ano de tentativas, sem obter sucesso, um casal é considerado infértil. Mais da metade dos casais considerados inférteis procuram ajuda médica para conseguirem engravidar, recorrendo a técnicas de reprodução assistida, como a fertilização in vitro – quando o óvulo e o espermatozoide são unidos em laboratório e posteriormente introduzidos no útero da mulher para que o embrião se desenvolva.

O caminho que o homem e a mulher inférteis percorrem para realizarem os seus sonhos de gerar um filho, pode ser demorado, mas todos aqueles que obtêm sucesso nessa jornada acreditam valer todo o esforço e dedicação.

É preciso muita paciência e empenho para se tornar um pai e uma mãe, independente da forma como a fecundação ocorre.