Outubro Rosa e Preservação da Fertilidade, dois temas importantes para conversarmos nesse texto.

No mês da conscientização sobre o câncer de mama, em primeiro lugar quero te lembrar de realizar seus exames periódicos que vão além do toque mamário, como a realização da mamografia por exemplo.

Contudo, não posso deixar de tratar de outro tema que aflige as mulheres que recebem um diagnóstico de câncer de mama: como preservar a fertilidade?

Por meio da técnica de congelamento de óvulos.

Apesar dos avanços da medicina, a quimioterapia e a radioterapia ainda são tratamentos muito agressivos que atingem fortemente o sistema reprodutor e, em especial, o das mulheres, podendo causar danos ao tecido ovariano e comprometer a fertilidade.

Dessa forma, é interessante que as mulheres que desejam ser mães congelem seus óvulos antes do início do tratamento oncológico.

A preservação da fertilidade é um procedimento que consiste em estimular a produção de um grande número de óvulos e induzir a ovulação, por meio do uso de medicações hormonais.

No momento oportuno, os óvulos serão coletados em laboratório, congelados e armazenados em um recipiente com nitrogênio líquido à 196 graus negativos, técnica chamada de criopreservação ou congelamento de óvulos e mantidos por tempo indeterminado. Todo o processo deve ser acompanhado por um especialista em reprodução humana assistida.

Com o fim do tratamento contra o câncer e alta oncológica, a paciente pode dar sequência ao sonho de ter uma família e utilizar seus próprios óvulos que foram congelados, por meio da técnica de Fertilização in Vitro.

Quer saber mais sobre como congelar seus óvulos? Fale com a Fertivitro!
WhatsApp (11) 99546-6272.

Dr. Luiz Eduardo Albuquerque
CRM 61351
Reprodução Humana Assistida

#outubrorosa2020 #outubrorosabrasil #setoca #preservacaodafertilidade #congelamentodeovulos #tratamentooncologico #pacientesoncologicos #criopreservação #óvulos #fertilizaçãoinvitro #drluizeduardoalbuqueque #fertivitro