Você já se perguntou se quem tem ciclo anovulatório pode engravidar?

Para falar sobre isso, é importante que você entenda como o ciclo menstrual funciona. Siga lendo e entenda!

O ciclo menstrual é dividido em duas fases. Na primeira fase, o folículo, que abriga o óvulo, se desenvolve. Na fase seguinte, ocorre a liberação do óvulo maduro para fecundação e o preparo da camada interna do útero (endométrio), para receber o embrião em caso de gravidez.

Um ciclo anovulatório (anovulação) é aquele em que o óvulo não é liberado pelo ovário, anulando as chances de gestação.

A verdade é que não é incomum que as mulheres tenham ciclos anovulatórios, mas se eles se tornam frequentes pode ser sinal de infertilidade e isso precisa ser tratado.

As principais causas de anovulação frequente são a falência ovariana prematura (FOP), a hiperprolactinemia (excesso de prolactina) e as alterações hormonais – como, por exemplo, a disfunção hipotálamo-hipofisária, a síndrome dos ovários policísticos (SOP) e o hipotireoidismo.

O tratamento dependerá da causa e pode incluir mudanças no estilo de vida, com adoção de uma alimentação saudável e prática de atividade física. Medicamentos também podem ser receitados.

No caso das mulheres que desejam engravidar, podem ser indicadas outras opções de tratamentos, como o namoro ou coito programado e a inseminação artificial (IIU).

A Fertilização in vitro (FIV) é indicada nos casos em que os tratamentos de baixa complexidade não foram eficazes ou ainda se a mulher teve falência ovariana prematura. Desse modo, ela tem a oportunidade de engravidar utilizando óvulos doados.

Para mais informações, fale com a Fertivitro!
WhatsApp (11) 99546-6272.

Dr. Luiz Eduardo Albuquerque
CRM 61351
Reprodução Humana Assistida

#anovulação #ciclomenstrual #hormônios #sindromedosovariospolicisticos #engravidante #inseminacaoartificial #fertilizaçãoinvitro #reproduçãoassistida #drluizeduardoalbuqueque #fertivitro